Tecnologia do Blogger.
quarta-feira, 1 de agosto de 2012

01 de Agosto - Dia Mundial da Amamentação





Hoje é o dia mundial da amamentação. Este dia foi instituído pela WABBA (World Alliance for Breastfeeding Action – Aliança de Ação Mundial Pró-amamentação) , em 1992, com o objetivo de incentivar a amamentação e combater a desnutrição infantil. Cerca de 120 países comemoram a Semana Mundial da Amamentação.


O aleitamento materno traz inúmeros benefícios ao bebê,  ele é completo, isto é, o bebê não precisará de mais nenhum alimento (chá, suco, água ou outro leite), até os seis meses, pois  é um dos principais alimentos para nutrirorganismo humano, com cálcio, ferro e fósforo, além de outros nutriente importantes. Entre outras vantagens, está o vínculo com a mãe, proteção e uma forma mais econômica e eficaz de combater a morbimortalidade infantil. Depois de seis meses, é necessário que haja uma complementação com outros alimentos. 


Para a A Organização Mundial da Saúde (OMS), é recomendável que o bebê seja amamentado até os dois anos de idade, pois o leite materno tem tudo o que o bebê precisa, inclusive água, é limpo e está sempre quentinho naturalmente. Possui também o efeito de uma vacina, pois protege as crianças de doenças como diarreia, infecções respiratórias e alergias e imuniza contra doenças crônicas, problemas cardiovasculares, diabetes, hipertensão e osteoporose. Já se comprovou, cientificamente, que crianças que são amamentadas por suas mães, têm um desenvolvimento melhor, além do nível de inteligência ficar mais elevado.


E os benefícios não param por aí, o ato de amamentar garante a boa formação óssea nos recém-nascidos e fortalecem os laços maternos. E como o leite não é tão homogêneo, no início da mamada é mais líquido, tem mais concentração de água, proteínas e acúcares, tendo como principal função matar a sede, por isso não é preciso de água. Já no final da mamada, ele fica mais rico em gorduras, o que faz com que o bebê cresça e engorde, daí a importância de deixá-lo mamar até o final.

E para a mamãe, também é muito importante, pois acelera a recuperação de todo processo gestacional, faz com que o útero retorne ao seu tamanho e localização inicial mais rápido, há perda de peso e ainda reduz o risco de câncer de mama.

Para as crianças que não podem ser alimentadas pelas mães, o Brasil conta com mais de 160 bancos de leite espalhados por todo o território nacional.

Dicas para uma boa amamentação

Algumas dicas para tornar a amamentação mais tranquila:

- Como no início o bebê ainda não tem horário para mamar, dê sempre na hora que ele pedir.
- Antes disso, lave bem as mãos para evitar contaminações.
- A melhor posição para mamar é a que for mais confortável para ambos.
- Deixe seu bebê mamar até que não tenha mais vontade.
- Na próxima mamada, sempre comece com a que terminou na última mamada, para que esvazie completamente.
- Depois da mamada, coloque o bebê em pé, encostado no seu ombro para que ele possa arrotar.
- Sugar o peito é um excelente exercício para o desenvolvimento da face da criança, ajuda a ter dentes bonitos, a desenvolver a fala e a ter uma boa respiração.
- Não há necessidade de usar mamadeiras e chupetas, que podem mudar a forma como a criança mama. Muitos bebês passam a não querer mais mamar no peito, além disso, podem causar doenças, problemas na dentição e na fala.

Dificuldades para amamentar


No caminho, podem aparecer algumas dificuldades que podem fazer com que a mamãe desista de amamentar, veja nossas dicas para evitar estes probleminhas.


1 - Fissuras do mamilo – bico do peito rachado
Acontece isso porque a criança não está posicionada corretamente, o que a impede de fazer uma sucção correta. 
Como evitar: Expor os mamilos ao Sol, usar sutiã de algodão com orifício para o mamilo, passar bucha sem sabão nos seios durante o banho, não passar hidratante no mamilo, lavar os mamilos com o próprio leite, mudar a posição bebe nas mamadas. Em casos graves, suspender a amamentação, ordenhando a mama para o bebê.
2 - Ingurgitamento mamário – peitos muito cheios e doloridos
Como evitar: Para evitar, veja se o bebê está na posição correta, retire manualmente o excesso de leite, use sutiã firme e confortável, aplique compressas geladas sobre os seios, massageie, a começar pelo mamilo e depois para o resto.
3 - Mastite – inflamação da mama
Aparece com febre, dor na apalpação, pus e mamas quentes.
Como evitar: novamente, para evitar, veja se a criança está mamando na posição correta e se ela não mamar tudo, esvazie por ordenha. Aplicar compressas molhadas antes ajuda.
4 - Ducto bloqueado – leite empedrado
Quando não se esvazia completamente um ou mais canais,  fica endurecido e impede a passagem do leite, causando dor no local.
Como evitar: também deve-se observar a posição correta do bebê e fazer massagens nas auréolas do seio para o resto.
Para as mamães de primeira viagem, devem estar se perguntando, mas qual é a posição correta para amamentar?
Os pediatras recomendam deixar a cabeça do bebê o mais elevada possível, mantendo-o inclinado. Essa inclinação pode ir aumentando à medida que a criança vai ficando mais firme. A princípio, apoiar com travesseiros e almofadas, principalmente sob o braço onde a cabeça da criança estiver descansada ajuda a manter a posição. 
Segundo a recomendação do SUS, presente nos cartões de vacinação, "a posição correta é aquela em que tanto a mãe quanto o bebê se sintam confortáveis










0 comentários:

Quem Somos

A Planeta Mirim é uma loja virtual que vende roupas de bebê, infantil e artigos para bebês. Nosso blog foi criado para termos uma contato maior com as mamães e falarmos sobre o mundo dos bebês, apresentando matérias interessantes, nossas roupas de bebês e artigos de nossa loja online.

Siga-nos por email!

Siga-nos no Facebook

Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget

Seguidores

Ocorreu um erro neste gadget